Grande procissão da Imaculada no Iraque

Imaculada

Milhares de fiéis participaram da procissão da Imaculada na noite de sábado, 6 de dezembro, pelas ruas de Ankawa, bairro de maioria cristã de Erbil. A cidade iraquiana acolhe desde agosto os refugiados de Mossul e das aldeias cristãs da planície de Nínive, que fugiram do avanço dos jihadistas do Estado Islâmico.

O ato de devoção dedicado à Virgem Maria, em preparação da festa da Imaculada Conceição, partiu do cemitério de São José com hinos marianos. Após um breve discurso do patriarca caldeu, Louis Raphael I, a multidão de fiéis caminhou rumo à estátua da Imaculada na entrada de Ankawa.

TeresinhaEm torno da imagem e com milhares de velas acesas, os participantes escutaram no silêncio da noite a vídeo-mensagem que o papa Francisco enviou com sua bênção a todos os cristãos iraquianos.

O Santo Padre mencionou Santa Teresa do Menino Jesus, padroeira das missões: “Penso em Santa Teresa do Menino Jesus, que dizia que ela e a Igreja se sentiam como uma cana ao vento, que se dobra, mas não se rompe. Neste momento, vocês são essa cana: o sofrimento os dobra, mas vocês têm força para manter a fé, o que, para nós, é um testemunho. A cana se dobra sob o vento feroz, mas depois se endireita!”.

Participou da procissão o cardeal Philippe Barbarin, junto com uma grande delegação de voluntários da Igreja de Lyon. O cardeal francês foi o encarregado de levar a Ankawa a mensagem gravada em vídeo pelo papa Francisco e dedicada a todo o povo do Iraque.

Fonte: Zenit